sábado, 4 de outubro de 2008

AMEOP OD LAM



Poemas tabem são armas que avezes,machuca,outras mata.
Pemas são armadilhas.
Podem ser ilhas, podem ser desertos.
Poemas são certos e sao errados.

Poema tem grito, poema é extindo e tabem é prisão.
Poema tabem mata, de tando prazer,da dor que nao doi de tando doer.

Poema é sofre, é amar e perte tudo que se amou.
Poema é fogo......... E asvezes é frio.
Ninho vazio onde se esta só.

Poema proibe,poema inibe, a esperança e o sonhos.

É por isso que poema é oculto.
É bicho no mundo.
É a fome do cão.




(Leandro Goulartt)

Um comentário:

  1. gostei da idéia do título
    escrito ao contrário...

    :)

    abraço do felipe Godoy

    ResponderExcluir

Maiúscúlo